domingo, 18 de março de 2012

Rabetas de Novembro

Bom tarde,

Noite fria de Novembro em Santa Amaro, como não estava a dar sinais de Peixe, resolvemos ir fazer a viragem da Baixa para a Preia-Mar ao Tejo, com o pensamento do "pior que isto não pode ser, pelo menos fazemos a viragem tentanto maiores".

Iscada metade de Sardinha, especados á espera da viragem de sentido da Taínha e conforme vira "padrada" lá para dentro.

Passado uns minutos, aparece um casal daqueles que gosta de conversar e ali esteve durante uns minutos, quando no fim, a simpatica senhora diz: "boa noite e boa sorte", ao que o Zé Bigodes diz muito rápido : " Já foste, já não pescas nada "...

Eu, sempre com a minha fé, digo que apenas é mais um mito de pescador até que começa o Starlight a abanicar, parecia um puto na discoteca, mas apenas meia duzia de toques e parou, começa então a levar fio aos poucos sem dizer nada a ninguém. Resolvi puxar, pois ou ferra ou vai embora, já que o 3/0 não estava para brincadeiras.

Tentou, desesperadamente umas tentativas de fuga, afundando cheia de energia mas em vão contra o poder do meu novo carreto, agradando ao Zé Bigodes com os seus mitos que diz "estreia de material dá sempre Peixe"... Só não sei porque não deu em Santo Amaro Hehehe



Espécie - Rabeta/Corvina 3.750Kg ( Pequena mas roliça )
Cana - Mitchell Active Surf 4.50mt
Carreto - Shimano Super Ultrega XSA 10000
Linha - Multifilamento 0.33 Sufix madre com estralho monofilamento 0.50mm Cormoura
Anzol - Nr 3/0 Hiro
Isco - Sardinha

Sem comentários:

Enviar um comentário